O que são bombas de palhetas

As bombas de palhetas são componentes de sistemas hidráulicos, necessárias por fazerem pulsações leves e intermitentes e, com isso, produzirem menos barulho quando atingem velocidades mais elevadas. Elas são formadas por palhetas montadas dentro de um rotor em uma cavidade do sistema e podem ter diferentes tamanhos.

Por terem modelos variados, as bombas podem ser usadas em diferentes sistemas com vazão alta ou baixa. Elas são normalmente pequenas, se comparado com outros componentes que formam o sistema hidráulico, porém de muita eficiência. As bombas fazem o bombeamento e, então, as palhetas acompanham o entorno de um anel ou de uma carcaça.

As manutenções periódicas também devem fazer parte da rotina para elas, entretanto apresentam complicações simples de resolver e sem custo elevado, voltando a funcionar perfeitamente de forma rápida.

Principais características das bombas de palhetas

As bombas de palhetas se destacam por terem um fluxo baixo de pulsação e, consequentemente, ainda oferecem níveis baixos de barulho em sua operação. Elas também possuem grande variação de velocidades e de viscosidades para seu funcionamento. Normalmente, a pressão delas não ultrapassa 175 bar, tendo limite em 200 bar.

Na utilização de sistemas de filtragem corretos e bem dimensionados torna-se um diferencial também, em comparação com as bombas de engrenagem, a sua durabilidade, causando menos problemas para o sistema e evitando, assim, manutenções com maior periodicidade.

Tipos de bombas de palhetas

Os tipos mais comuns de bombas de palhetas encontrados em sistemas são as de uma (bomba de palhetas desbalanceadas) ou de duas câmaras (bombas de palhetas balanceadas) ou a de deslocamento variável:

– As bombas com uma câmara de entrada, chamadas também de bombas de palhetas desbalanceadas tem movimento limitado por uma superfície circular, como um anel, e elas têm deslocamento criados por um rotor com o movimento desuas palhetas. A pressão do sistema fica concentrada em um só lado e há um carregamento maior para os rolamentos.

– As bombas de duas câmaras ou bombas de palhetas balanceadas não sofrem com esse carregamento excedente em um só lado, por terem equilíbrio dos dois lados. As câmaras enchem e esvaziam da mesma forma, mas o anel de lançamento conta com uma superfície dupla internamente. Cada palheta consegue carregar dois lançamentos por rotação de eixo e, assim, os carregamentos e cargas nos rolamentos são neutralizados.

– As bombas de deslocamento variável são compostas por apenas uma câmara e tem limitação para o deslocamento de volume. As câmaras de deslocamento podem ser adaptáveis em tamanho ao mover o anel de lançamento com ajuste de parafuso. Se o eixo do rotor estiver no centro do anel, as câmaras ficam com mesmo tamanho e a saída de fluxo da bomba é zero.

Como usar bombas de palhetas no seu sistema

Os sistemas mais comuns de serem encontradas são os móbis e os industriais, principalmente em máquinas de fundição, de moldagem com injeção e em máquinas próprias para a construção de estradas. Também são comuns em guinchos e guindastes, em equipamentos do setor siderúrgico, de mineração e em geradores de energia (como hidroelétricas).

Entendeu tudo sobre as bombas de palhetas e já está pronto para começar a usá-las em seus sistemas? Agora é hora de contar com a ajuda da Huade! Somos uma empresa especializada e certificada em sistemas hidráulicos e eletrônicos e estamos sempre atualizando e progredindo com nossos produtos e serviços para melhor atender ao que você procura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Huade © 2020 | Todos os direitos reservados.

Exent | Performance Marketing