Unidades Hidráulicas – Rotina de cuidados

Uma unidade hidráulica, depois de instalada seguindo todos os pré-requisitos para o sistema existir, precisa ser acompanhada para que continue funcionando normalmente. Em um ambiente com boa troca de calor e poucas chances de contaminação para o reservatório, é preciso mais do que manter as condições padrão de funcionamento – tampas de reservatório vedadas e filtros de ar fixos.

A fim de manter o funcionamento eficaz do equipamento, é necessário analisar constantemente o fluido hidráulico a ser utilizado. Caso não seja feito desta forma, as peças da unidade e os atuadores poderão ter desgaste excessivo por conta de impurezas do interior do reservatório. Os filtros se fazem obrigatórios para manter boas condições de uso e eliminar problemas em relação ao fluido, mas existem outras formas de manter o sistema trabalhando.

Evitando problemas na unidade hidráulica

Fazendo as inspeções contínuas de desempenho e conservação do sistema, é possível perceber quando precisa ser feita uma limpeza ou até mesmo algo mais detalhado. A limpeza reduz a possibilidade de uma contaminação ambiental, eliminando qualquer dejeto que poderia entrar no sistema hidráulico. A limpeza deve ser feita em toda a área onde os sistemas hidráulicos estão – oficinas, áreas de manutenção, testes e montagem, etc. Qualquer problema ocasionado pela falta de limpeza pode contaminar o sistema e resultar em prejuízos maiores, sendo obrigatórias as manutenções para o repotenciamento.

Manutenções preventivas e corretivas

Para fazer o sistema funcionar com sua potência máxima de eficiência, é preciso fazer uma série de correções, acompanhamentos e modificações. Desta forma, será possível manter uma vida útil longa para a série hidráulica. É difícil estimar de quanto em quanto tempo as peças devem ser trocadas e mexidas, por isso é preciso fazer avaliação e inspeção de desempenho operacional. Variações de temperatura, pressão, vibração e nível de óleo, por exemplo, são elementos que devem ser observados e corrigidos sempre que sentir necessidade.

Separamos, abaixo, alguns procedimentos a se fazer diariamente, mensalmente e em outras periodicidades, para que o repotenciamento aconteça em partes e no todo:

Diariamente:

Nível de óleo; Temperatura do óleo; Pressão do sistema; Ruído e vibração.

Mensalmente:

Limpeza externa; Elemento de fibra sintética ou papel.

Bimestral:

Filtro de ar.

Trimestral:

Análise do óleo.

Agora que você já entendeu por que se deve analisar e fazer manutenções nas unidades hidráulicas para repotencializar seus sistemas, conte com o time da Global para garantir que você tenha os equipamentos adequados para o que precisa. Nosso time está à disposição para ajudar você a encontrar a sua solução ideal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Huade © 2020 | Todos os direitos reservados.

Exent | Performance Marketing